Loading...

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Não sou mais louca por Melissa!

Foi quando eu tinha uns 5 anos que eu tive minha primeira Melissa, aquela Spider transparente que era uns 10 cruzeiros, e que hoje em dia eu acho horrorosa, mas na época eu achava linda!
De lá pra cá, já mudei de estilos, mas sempre amei Melissa, afinal, como não amar? Um sapato lindo, colorido, diferente e fofo como aquele? É de lei todas as vezes que vou no shopping eu parar na frente da Rouparia (loja aqui no ABC) pra ver, desejar e começar a planejar vários modelos pra usar com aquele sapato fofooo!
Mas assim néamm, nem tudo são flores, ou "Plastic Dreams" como já diz a propaganda fofa (e safada) da Melissa! As sandálias e sapatos são realmente lindos, mas são tão lindos quanto desconfortáveis! Eu tenho uma Neon + Doc Dog, que eu posso contar nos dedos quantas vezes usei, simplesmente por que ela mata o meu pézinho! É o tipo de sapato que não da pra ficar muito tempo de pé! Ainda uso ela, por que ela é perfeição, mas só quando vou num cineminha, ou um programinha mais sossegado! Mas nada de ahazar na balada com ela :(


Minha Neon+Doc Dog linda de morrer que só posso usar pra andar de carro :(

Falando em propaganda, esses dias tava vendo Friends e passou o novo comercial da Melissa, e achei lindo (não sei se vocês já viram, mas é lindo!). Fala de três amigas e suas histórias e Melissas! Sob a influência da maldita indústria cultural resolvi que iria usar uma das minhas preferidas no dia seguinte! A minha Ultra Wedge Flocada, essa aqui, que como vocês podem ver não é velha, comprei no ano passado, mas uso pouco! No entanto, ela rachou! Sim RACHOU por dentro! Dá um super medo de andar com ela e ela rachar por inteiro no meio da rua e me deixar mendinga style hauahahuahuhauhau
O que mais me deixa nervosa é que como eu já disse, eu não uso o maldito sapato com frequencia! E não, eu não peso 100 quilos! Como poderia rachaaaar?
Falei com a minha amiga, que por acaso trabalha na Rouparia e também tem uma Ultra Wedge, que pasmem, também rachou! Então não é um caso isolado! P.S: Ela é super magrinha!
Essa minha amiga também me contou um bapho! Ela foi uma convenção da Melissa, e a mulher que estava dando uma palestra disse que a marca quer se "despopularizar", que não quer mais que seja vendido pra qualquer pessoa! Por isso é bem capaz que o preço aumente, e que várias lojas parem de vender! Por que querem atingir apenas a elite! ¬¬
Faça me o favor senhoraaaaaa! Primeira coisa, se é pra tentar ser o Jimmy Choo, Manolo Blahnik ou Christian Louboutin brasileira eleve a qualidade do seu produto! Tá certo que o sapato é de plástico, mas por dentro poderia ser revestido com algum outro tipo de material que nos mantesse menos desconfortáveis, o pé não ficar escorregando, ou suando (ewww) ou aquele cheirinho phyno que fica depois (ewww³); segunda coisa, Melissa é da Grendene! Essa %@#$ é fabricante de chinelo! E nem são chinelos muito bons por que eu gosto mesmo é de havaianas! Ta, Melissa é reconhecida internacionalmente mas phoda-se, ainda é da Grendene! Não posso negar que os chinelinhos Melissa são bons! tenho dois e amo! Isso prova que o forte de vocês mesmo são mesmo os chinelos hahahaha
O pior é que eu tinha visto um sapato da nova coleção que eu gamei! Ja tinha até pedido pra essa minha amiga deixar um 36 roxo separado pra mim assim que chegasse na loja, mas agora tô pensando... Eu vou pagar em média R$ 150,00 nele para usá-lo quase nunca, só por que ele é lindo (um dos poucos lindos, por que achei a coleção nova uó).

Melissa Three Steps Elevated. Linda, roxa e eu vou resistir! Plastic Dreams my ass!

Não pensem que eu vivo num tipo de utopia onde os sapatos lindos e salto 15 são totalmente confortáveis! Eu sei que quanto mais lindo calçado, mais desconfortável ele é, e to fine com isso! Tenho um Dumond com um salto altíssimo, mara! A última vez que saí com ele, fui num show do Jorge Ben com o meu namô, e assim, meu pé doeu bastante, mas era uma dor normal, aguentável! Palavra chave: Qualidade!
Então tomei uma decisão! Não vou comprar a Melissa nova (orgulho de mim), de fato, não vou comprar Melissas até que eu saiba de uma melhora, ou então até que realmente apareça alguma muito linda e irresistível que eu vou gastar meu din-din e usar pouquinho! Mas minha paixão por Melissa se foi! Está numa galáxia far, far away! hahahaha e to super Ok com isso!
Em compensacão vi uma da coleção nova da Arezzo que eu babei! E se eu juntar mais R$100,00 com o dinheiro que eu ia gastar na Melissa compro ela! (não, minha decepção não serviu pra eu economizar, infelizmente hahahaha).


Pronto, desabafei!


Beijossssss =*



domingo, 9 de agosto de 2009

Fim de férias e mais um post cinematográfico

Pois é, estão acabando as férias, tecnicamente eu teria que voltar pra faculdade amanhã, mas to pensando ainda (hihihi) acho que vou me dar mais uns dias de férias, tá tão bom!
Eu como a cinéfila que sou vi vários filmes durante essa folguinha (bons e ruins), nesses dias vi Austrália (que é ótimo e eu prometo fazer um post digno aqui), e vi também "Inimigos Públicos" que sobre o qual falarei nesse post!

Inimigos Públicos

O filme se passa nos Estados Unidos, nos anos 30, fase da depressão, onde ladrões como Baby Face Nelson, Pretty Boy Floyd e John Dillinger fazem carreira como ladrões de bancos.
O ladrao explorado no filme é Dilinger (Johnny Depp), um ladrão um tanto quanto "moralista" já que não rouba nem machuca civis. As pessoas que consideravam os bancos os culpados pela depressão, gostam dele, acabam o vendo como um tipo de "Robin Hood"(apesar que ele não dá o $$ que ele rouba aos pobres néam ¬¬! Achei muito engraçada uma cena em que ele está dentro de um carro sendo levado para a prisão e a mulherada do lado de fora gritando ele hahahaha).
Ele é aquele tipo de bad boy irresistivel, o Depp como sempre incorporou o personagem, um bandido cavalheiro que faz qualquer uma falar "Ai, me rouba" aahuhauha!
Mas agora falando sério, esse filme foi a volta do Johnny Depp pros filmes mais "sérios", já que ultimamente ele está fazendo mais Tim Burton (que eu adoro demais) ou Blockbusters, e pra mim ele voltou em grande estilo. Achei o roteiro e a direção (assinada por Michel Mann, diretor de "Colateral" e "O ultimo dos moicanos", entre outros, então não é qualquer um) ótima, bom elenco (um dos policiais é o Christian Bale - o novo Batman), e o que eu mais gostei é que esse é o tipo de filme que te deixa torcendo pro vilão! Adorooo quando o vilão também é o mocinho! E entre tiroteios e roubos se desenrola também uma história de amor linda!
Outra coisa que adorei no Dillinger é a cara de pau dele! Muitas vezes se mantinha muito perto da polícia, e eles nem mesmo se davam conta. Talvez por que tinham medo, talvez por que no fundo não queriam pegá-lo, ou talvez por que eram uns lesados/incompetentes mesmo! Pra vocês terem noção ele chegou a não só entrar na delegacia, como também na sala dedicada a investigá-lo, e passar despercebido!
Não precisa ser muito esperto pra imaginar um pouco do que acontece no filme! A policia persegue ele, ele dá trabalho e etc! Não quero falar muito da história, por que acho que todos que são como eu, fãs de filmes de Máfia/Gâgsters/Ladrões deveriam ver!


Olha a semelhança no semblante! Johnny, você me surpreende a cada papel!

Não sei se é por que eu sou MUITO (quando eu digo muito, quero dizer muitoooo mesmooo, tipo, quase tive um treco quando não consegui ir na estréia, por que só chovia) fã do Johnny, eu achei o filme excelente! Achei ele o ladão mais charmoso de todooos que eu já vi no cinema, incluindo o pessoal do "Oceans Eleven" hahahaha! Com aquele sobretudo preto e chapéu aiai ;} - Vide foto!

Depp como o gânster Dillinger (e pra mim mais encantador do que nunca!)

Enfim , para mais detalhes vejam o filme, juro que vale a pena! Pra animar vocês dêem uma olhadinha no trailer aqui.

Para finalizar: Johnny, to esperando demaaais "Alice in Wondeland"! Beijomeassalta! ;)
ahuahauhauha

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Just like the Gossip Girls

Já faz um tempinho que eu não posto! É que tá tão frio e eu não tenho laptop pra ficar na net embaixo do pc! Nesse post quero falar de duas coisas que eu amoooo! Gossip Girl e moda!
Não cheguei a me aprofundar muito no assunto aqui no blog, por enquanto postei mais sobre cinema, mas agora vou falar! Sou totalmente viciada em Gossip Girl, TOTALMENTE!
Tô morrendo de saudade, porque acabou a segunda temporada e agora só tá passando reprises =(
O último episódio foi sensacional! Fora a Blair e o Chuck terem se acertado
(lindoooooss <3) várias coisas ficaram completamente incertas para a terceira temporada, tipo a Georgina estudando na NYU e ficando no mesmo dormitório da Blair, certeza que ela vai infernizar a vida de todo mundo, e mais um monte de coisinha que me deixa doidaaa pra ver o que vai acontecer!
Tá certo, é uma série meio "infantil e fútil", mas sejamos sinceros, não tem como não amar!
Quando acabou "The O.C" eu fiquei super triste, porque eu também adorava, aí fiquei sabendo que GG era do mesmo produtor e resolvi assistir pra ver como era. A princípio não me interessei muito, mas depois de assistir o primeiro episódio, amei!
Começando pelo cenário, Nova York é minha cidade preferida no mundo e tudo se passa lá, em lugares lindos. Atores lindos! A Serena (Blake Lively) sempre diva com aquele cabelonnn maravilhoso, a Jenny (Taylor Momsen) pra mim é uma mutação. É impossivel acreditar que aquela menina tem só 16 anos! E os meus preferidos, claro, a Blair (Leighton Meester) que dá até raiva de tão linda que ela é (fora as roupitchas que vou comentar jájá ;D), o Chuck (Ed Westwick), que é cafajestemente irresistível, e eu adoooro o estilo dele, e o Nate(Chace Crawford). Gente, não preciso nem falar do Nate néam? Perfeição! Só isso!
(nem citei o Dan, porque pra mim ele é só OK)
Esses e alguns outros personagens fazem parte da alta sociedade de NY, suas vidas são cheias de festas, dinheiro, jóias e mordomias, tudo isso, claro, regado a muitas intrigas, sexo e fofocas!
Agora que já falei dos meus amores pela série, vamos ao que interessa! Os figurinos!
Eu assisto aquela série de-se-jan-do aquelas roupas! As da Serena são super Boho, tipo Kate Moss, sabe? Bem legais, modernas e tal... mas as roupas da Blair são o destaque!
Sempre impecáveis, chiques, clássicas. A Leighton Meester em si, pra mim não é nenhum fenômeno fashion, mas a sua personagem é. Pelo menos pra mim, um personagem nunca influenciou tanto a moda quanto ela. Ela trouxe de volta o estilo patricinha
(não aquele todo rosa uó), usa e abusa do vintage, meias-calças coloridas, rendadas, luvinhas super fofas e é claro, o acessório que é marca registrada, as tiaras!
Vi no blog da Lia que as marcas Têca e Drubz estão lançando uma coleção inspirada nas meninas de GG! Eu me apaixonei muitos pelos looks da Blair pela Drubz (a modelo até lembra um pouco a Blair), mas o ruim é que devem estar super caras. Já vou começar a economizar porque eu vi um vestidinho tomara-que-caia pretinho e marrom que é um must have pra mim!
Por hoje é isso, mas com certeza volto a falar de GG e moda!
Pra terminar taí o vídeo da versão do clássico "Bette Davis Eyes" com a Leighton Meester (sim, ela canta, e vai até gravar CD!), eu amei! Pra quem gostar vale também dar uma olhada nesse aqui
(não curti muito essa música do Cobra Starship, não gosto do estilo, pra mim a melhor parte é a que a Leighton canta).







Até a próxima!
xoxo

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Mais um filminho!

Ontem vi um filme que acho que merece uma postagem! (to vendo uns filmes bons esses tempos :D)

Gran Torino

Bom, pra começar esse filme tem direção, atuação e produção do Clint Eastwood, então eu já esperava muito dele!
Gran Torino conta a história de um veterano da guerra da Coréia chamado Walt Kowalski (Clint Eastwood), que após a morte de sua mulher (o filme já começa no funeral, meio triste /engraçado - as caras do Clint me matam rs) mora sozinho num bairro habitado pelos
hmong (uma mistura de raças orientais como chineses e coreanos). Walt não é próximo de seus filhos nem netos, vive sempre mal humorado e ranzinza, e acaba por encontrar amizade nos vizinhos orientais, principalmente Sue (Ahney Her) e Thao (Bee Vang).
O bairro também é cheio de gangues de vários tipos, mas uma em particular chama a atenção, quando começa a atormentar Thao, que por pressão de seu primo que faz parte da gangue tenta roubar o carro de Walt, um Gran Torino que é o xodóó dele rsrs
Apesar de não começarem o filme como melhores amigos, Thao e Walt se tornam bem próximos, Walt lhe ensina várias coisas, até mesmo arruma um emprego pra ele, e ensina ele a ser mais "macho".
Acho que não posso falar mais coisas a respeito da sin
opse do filme, se não perde a graça!!!
Só vou falar o que eu achei do filme!
Achei uma boa história, bem emocionante, um filme q
ue ensina um pouco sobre a perspectiva que as pessoas tem da vida, os obstáculos que enfrentam... Pra mim Walt é pela grande maioria de sua vida um coitado, que se arrepende de quase tudo que fez, que viveu...Esconde esses sentimentos por trás de cigarros, cervejas e outras bebidas, sarcasmo, uma grande barreira que ele formou para que as pessoas não se aproximem dele, e uma pitada de ignorância.
Quando ele derruba essa barreira, se mostra um ser hu
mano "normal", até mesmo carente, solidário e uma ótima pessoa.
Também não dá pra culpar o Walt, já que a família dele é uma corja de esnobes e interesseiros! Fiquei pasma quando a neta dele perguntou pra quem ficaria o Gran Torino quando ele morresse! Vê se pode! Se sou eu pego aquele cabelinho ruivo que ela tem e arrasto pra fora da minha casa ahuahauhau
Outra coisa que me marcou bastante em relação a ess
e filme foi uma coisa que Walt falou pro Thao (que tava querendo sangueeee não vou falar por queee =P) mais ou menos assim "A sensação de matar uma pessoa é algo que você não quer saber, algo horrível, a única coisa pior é receber uma medalha de bravura por isso."
Acho que essa foi a minha parte preferida, mostrou a vu
lnerabilidade de um veterano durão, mostrou que apesar das medalhas e honras ele não se orgulhava do que fez.
O filme também tem umas partes engraçadas! Entre outras cenas e falas, as já citadas caras e bocas do Clint, e o Thao sendo machão são uma comédia à parte!
Falando das coisas técnicas, achei que o roteiro fo
i muito bem escrito, a fotografia foi boa também...já vi bem melhores, mas o filme não se concentrava nas belas imagens, e sim na bela história, então tá perdoado rs
Achei um defeito, porém...o filme tem um personagem padre, que no início do filme parece que vai fazer um papel suuuuper importanate, mas ele acaba se perdendo...acho que poderia ter sido mais explorado, enriquecido anda mais a história, mas enfim, é só minha opinião...E por último, porém não menos importante as atuações...Pra ser beeem sincera nenhuma das atuações coadjunvantes conseguiram me deixar boquiaberta. O papel da Sue tem uma super importância no filme, e ela fez direitinho, fez certinho...mas podia ter sido mais! Ela poderia ter roubado a cena! O Thao também...achei só ok. Tá certo que eles não são atores consagrados,na verdade, nunca tinham atuado, achei essa uma curiosidade bem legal! Eles foram selecionados em comunidades em Detroit (Michigan), Saint Paul (Minnesota) e Fresno (California). Como esse é o primeiro filme deles, e roubar a cena do Clint é um trabalho de profissional, dou uma nota 7 pra atuação feijão com arroz bem feito deles.
O Clint por outro lado deu um show...como
sempre! Me emocionou!

Pra terminar opinião geral: Bom filme, boa hisória, poderia ter sido melhor, mas ainda assim, vale a pena pelo roteiro e pelo Clint. Recomendo e dou
4 estrelinhas pro Gran Torino!

Clint sendo o "herói anti-herói"

No próximo fim de semana quero ver Vicky Cristina Barcelona do meu querido Woody Allen que eu to querendo ver faz tempo e tenho muuuitas expectativas! Com certeza posto minha crítica aqui ;

Beijinhos!

quinta-feira, 25 de junho de 2009

RIP King of Pop


Hoje, dia 25 de junho de 2009 se tornou um dia histórico, devido a uma parada cardíaca morre o maior astro da música pop de todos os tempos, Mr. Michael Jackson...

Bom, pra mim foi um choque. Eu estava com o meu namorado num evento na minha cidade, de repente um amigo nosso dá a notícia. Como ele é meio palhaço cheguei até a pensar que era brincadeira, sei lá...Só me parecia inacreditável ele ter morrido.

Comecei a ficar agoniada por que queria ver tv, procurar notícias na internet e não dava pra fazer isso onde a gente tava... Na verdade eu só acreditei quando eu cheguei em casa e perguntei pra minha mãe...

Resolvi fazer esse post pra prestar uma homenagem ao rei...

Michael com certeza foi uma pessoa "excêntrica", infância difícil, fama muito cedo, muito talento pra esperar, digamos assim rs
Infelizmente por causa disso ele perdeu a maior parte de sua infância, e essa é a explicação mais adequada para sua fixação por crianças, por Peter Pan, por se manter jovem. Ao longo dos anos cada vez mais boatos sobre suposta pedofilia foram aparecendo, acarretanto vários processos também.

Eu seria hipócrita se dissesse que tenho certeza absoluta que ele não cometeu nenhum dos crimes que foi acusado. Sempre tive dúvidas a respeito disso, na verdade ninguém pode afirmar nada, só ele e os supostos envolvidos poderiam saber, acredito claro no oportunismo de algumas pessoas e da mídia, mas enfim esse post não é pra falar disso, mas sim da sua carreira, sua música, sua genialidade.

Michael era uma das poucas lendas vivas da música, o que ele fez não tem tamanho, inovou numa época em que não existia tecnologia pra fazer todos as frescuras que são feitas nas músicas de hoje, dançava como ninguém, fez clipes que eram praticamente produções cinematográficas (Thriller adoro), vendeu milhões de discos( se eu não me engano, Thriller é o álbum mais vendido de todos os tempos), Michael abriu caminho pra muitos que vieram depois dele, não só no pop mas em todos os tipos de música, enfim, foi gênio!

Preciso dizer, nunca fui louca pelo MJ, gosto muito das músicas das antigas, tipo Beat it, Billie Jean, Black or White, e ABC do Jacksons Five que eu amo, mas acho que peguei uma má fase dele por causa minha pouca idade rs, mas sei de sua importância para a música, respeito ele como a inspiração artística que ele é.

Fico muito triste que o mundo tenha perdido um artista como esse...um verdadeiro artista, um ícone, e fico ainda mais triste que ele tenha partido diante de holofotes não por seu talento, pelas várias ações humanitárias que ele fez, mas por boatos incessantes de uma mídia sensacionalista que é uma vergonha para a minha profissão, que acabaram por ofuscá-lo...
Isso é um pouco do que o Michael é pra mim, só tenho a dizer...


Rest in Peace King of Pop

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Filmes

No fim de semana passado vi uns filmes bem legais e que eu queria ver faz um tempão

" O curioso caso de Benjamin Button"

Bom, logo que esse filme saiu ele se tornou "o baphon", muitos elogios, muitas indicações ao Oscar (apesar de ter ganho apenas prêmios técnicos), enfim, se tornou o "it movie", e sinceramente, eu fiquei afim de ver, mas não me esforcei muito rs
Eu já esperava um bom filme, mas assistindo digamos que eu fiquei assim, praticamente hipnotizada! O Brad Pitt tava irreconhecível, parecia mesmo um velhinho de 80 anos, juro!
A história do filme é lindaaa, a fotografia é excepcional, o filme é longo, mas não é cansativo, você consegue acompanhar tudo, entender tudo, nossa! E quando acaba ainda fica aquela sensação de "já?", fiquei pasma! Quando eu tava assistindo não sabia se gostava mais da história ou das tecnicalidades!
A Kate Blanchet tá até bonita nesse filme (isso é um elogio, porque não acho ela bonita at all), a atuação também tá muito boa, apesar de continuar coadjunvante da atuação do Brad e da Taraji Henson (Queenie, mãe adotiva do Benjamin), que eu achei excelente.
O filme deixa de ser só uma história de um amor impossível, e passa a ser a história de uma vida impossível, mas que é contada tão naturalmente que chega a ser acreditável, nos deixa pensando "Como seria rejuvenescer ao invés de envelhecer?"
Apesar dos prêmios técnicos de melhor direção de arte, melhor maquiagem e melhores efeitos especiais terem sido merecidíssimos, acho que "Benjamin Button" merecia outros prêmios também...Se bem que esse ano foi tudo bem acirrado lá no Academy Awards...
Filme lindo, não achei nenhum ponto negativo (e olha que isso é difícil)!

www.benjaminbutton.com

Olha o Brad velhinho aí! Sério, se a gente não soubesse que é ele, nunca iria nem imaginar!



Eu ia escrever sobre mais filmes, mas deixa pra amanhã! Tá muito frio!

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Feliz =D

Depois de 7 meses estou de volta!
Bom, de lá pra cá não tem muita coisa que mudou na minha vida, continuo na correria de sempre, agora mais acostumada rs

Minha pausa dessa correria toda tá chegando! Termino essa semana as provas, e se não tiver exames (acho e espero que eu não tenha =P) to de férias XD
Sabe, tô feliz...Feliz no geral com tudo na minha vida! To feliz por ter minhas responsabilidades e ser competente no que faço em qualquer lugar, por ter amigos que me fazem bem, por ter um namorado lindo e super legal, por ter uma melhoramigairmã que eu sei que posso contar, por ter uma boa familia...Às vezes eu reclamo muito da vida (não é sempre que tô nessa aurea de felicidade), claro, é normal, não tenho uma vida perfeita, não tenho tudo que quero, mas na verdade eu acho que essa "vida perfeita" é um mito.

Ninguém é completamente feliz, independente de tudo que seja, ou tenha!

Ontem mesmo eu tava vendo Gossip Gilr (que eu amoooo e quero novatemporadaprajá), e vendo como até mesmo os mais ricos, bonitos, famosos são problemáticos. Claro que GG é só um seriado, mas existe gente assim!Que tem "tudo que uma pessoa poderia querer na vida", mas ao mesmo tempo são sozinhas, atordoadas, e por trás de todo aquele glamour, sorrisos e flashes, pode estar alguém infeliz.

A Blair (minha preferida) por exemplo. A menina é linda, jovem, milionária, namora (va) com o Nate, tem as roupas mais lindas do mundo (sério, AS ROUPAS MAIS LINDAS DO MUNDO), mora numa cobertura em NY, e não é feliz, pelo menos não a maioria do tempo.

Ontem ela disse para a Jenny (ex aspirante a Blair que virou rebelde) : "Você não pode fazer com que as pessoas te amem, mas pode fazer com que elas te temam".
E ela é assim, egoísta, talvez fraca, cheia de defeitos, mas todos ao seu redor a veem (ainda é assim que escreve?) como um ideal...

Bom, não vou mais falar de GG se não eu não paro, escrevo sobre isso em um outro post!

Mas enfim é isso, quero muita coisa pra mim ainda, e acho que vou sempre querer mais, mas to bem com a maneira que as coisas estão acontecendo, vou aproveitando a jornada rsrs

xo xo ;

quinta-feira, 28 de maio de 2009